Bioshock

Publicado: 31 de janeiro de 2009 em Cultura Nerd, Jogos
Tags:, , , ,

Desde que vi esse jogo pela primeira vez já fiquei interessado, “pô que massa, cidade embaixo d’água” e coisas assim, sempre fui facinado pela vida marinha, adoro tubarões, polvos e o dagon, então não tinha outra, adorei Bioshock!

bioshock_logo

bioshock_city_raptureAgora falando sobre o jogo:  todo o ambiente de Rapture é fantástico, Bioshock é ambientado no ano de 1960 e todo o local é fiel a isso, é claro que tem um toque de ficção cientifica lembrando até um pouco Fallout, mas sem ser pós-apocalíptico.  A arquitetura do lugar é muito massa, na cidade às vezes tem jukebox em alguns cantos, e se você quiser pode ligar pra ouvir um pouco de musica, que por sinal são demais, acho que o jogo não seria o mesmo com outra trilha sonora.

Antes que me esqueça, Bioschok é um dos jogos mais True por causa de uma coisa, Mão de Fogo!! (quem ouve metal sabe do que eu to falando)

screenshot_19_xl

Deixando as brincadeiras de lado e voltando o jogo. Assim que se chega a Rapture você já nota que as coisas lá não tão muito boas, como se tivesse havido uma guerra, o que na real é bem verdade, mas mesmo assim da pra se ter uma noção de como era a vida ali antes de aquilo acontecer. Eu não vou dar mais detalhes da história do jogo, ela é muito boa! Vale a pena mesmo, uma coisa legal é que você encontra pelo caminho umas gravações, elas contam um pouco da cidade, das loucuras do povo e também algumas dicas do que fazer.

Os gráficos são muito bons, não é nenhum Crysis, mas ainda sim são muito bons, os efeitos de água mesmo tão muito realista, quando se passa por de baixo de uma fonte d’água sua visão fica meio “borrada” por causa da água.

O arsenal do jogo é bem variado, não pelas armas em si, pois você tem, um revolver, uma tomy gun, uma doze, mas pelos plasmids, que são umas substâncias que modificam o DNA fazendo o personagem ter umas habilidades especiais, tipo soltar raio, fogo, coisas básicas eeheheh, mas também umas diferentes como armadilhas e deixar os inimigos irritados uns contra os outros.  Essas habilidades fazem muita diferença no jogo, pois você vai combinar as outras habilidades que se ganha com as armas que você usa, isso muda muito o jeito de se jogar. Eu por exemplo fui praticamente do início ao fim do jogo usando relâmpago e a chave inglesa, já meu irmão adorava Head Shots e o lança chamas.

Além dos plamids há os tônicos que melhoram sua performance no jogo, alguns ajudam a hackear as maquinas e cofres, quando se hackeia algo é como um jogo de canos, que a água vai vindo e você tem que montar rapidinho o caminho certo, outros tônicos aumentam o dano de fogo e de outras coisas. As armas além de terem diferentes tipos de munição elas podem ser melhoradas nas maquinas Power to the people.

Um dos pontos  altos do jogo são os combates contra os big daddy, eles são os guardiões das little sisters, elas tem a coisa mais preciosas de Rapture, o ADAM, é com que se compra as melhorias de vida e outras coisas. Os combates contra os Big Daddys são muito legais, os bichos são enormes, é muito foda.

bioshock2

Ultimas considerações sobre o jogo, bem, ele é daqueles jogos que não importa o quão comprido são, você sempre acha que é curto demais. Vale a pena mesmo jogar, eu virei há alguns dias e quero jogar de novo, pra ver o outro final e usar as habilidades que não usei direito. Recomendo o jogo pra todo mundo, se alguém quiser ver ali em baixo é o Review da Game Trailer sobre o jogo.

Valeu!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s