A solução dos dez dólares

Publicado: 19 de maio de 2010 em Cultura Nerd, Jogos
Tags:, , , , ,

Quem compra jogos originais sabe como o preço é um pouco elevado, aqui no Brasil devido aos impostos muito maior que lá fora. Então se você quer jogar alguma coisa sem ter que pagar tanto e sem recorrer à pirataria, as opções diminuem muito. As promoções não acontecem todos os dias, e é bem provável que o jogo desejado não esteja na lista de descontos, outra alternativa é a compra de jogos usado. E é nesse ponto que queria chegar.

Para as empresas os jogos usados é perda de dinheiro. E quando o jogo tem multiplayer piora um pouco essa situação, pois além da empresa não ter lucrado com a pessoa que comprou de segunda mão, ela ainda tem que bancar o servidor no qual ele joga. Várias lojas como a GameStop (EUA) vendem títulos usados e tudo acontecia sem chamar atenção. Até que um americano chamado James Collins comprou uma cópia usada de Dragon Age Origins acreditando que teria direito ao DLC (conteúdo para Download) do jogo, pois no site da GameStop as informações davam essa impressão. Infelizmente você só tem direito a esse específico DLC se o jogo for comprado novo. Cada cópia de alguns jogos da EA, como Bad Company 2, vem com um código para você ter acesso à alguns elementos só disponíveis através de DLC. Esse código é único para cada cópia e não pode ser reutilizado.

É aqui que entra a solução dos dez dólares. A estratégia de mercado da EA é só colocar alguns elementos do jogo através do DLC gratuito para as cópias novas, mas para quem quiser comprar o jogo usado e mesmo assim ter esses DLCs é cobrado dez dólares.

Quem conhece a  EA sabe que ela cresceu com os jogos esportivos e para essas franquias a empresa criou o “Online Pass” que nada mais é que um cadastro para você ter acesso aos DLC do jogo mais a opção do multiplayer. Quem comprar um jogo usado vai ter que pagar os dez dólares por esse passe. O “Online Pass” vai começar a funcionar no meio do ano.

Se essa estratégia de mercado der certo, é provável que várias outras empresas sigam o exemplo da EA. A Ubisoft é uma que já declarou que está de olho no “Online Pass” e pensa em adotar algo do gênero. A THQ também adotou essa estratégia no seu novo jogo para PS3 e Xbox 360 0 UFC 2010 Undisputed, cobrando cinco dólares para quem adquiriu uma cópia usada e quer ter acesso aos modos online.

Eu não sou tão fã dos DLC, pois muitas vezes você é obrigado (se quiser o conteúdo) a pagar por algo que já está no disco que comprou. Muito desses DLC são somente códigos para desbloquear conteúdos. Não sou tão contra isso que a EA está fazendo, entendo que a perda de lucro com esse mercado alternativo. Dar esses conteúdos gratuitamente para quem compra o título novo foi o jeito encontrado para contornar esse problema. Eu mesmo não compro jogos usados, então se isso ajudar a não aumentar os preços eu é que não vou reclamar.

Quem ficou curioso com algo que escrevi vou por alguns links que usei como base.

http://www.easports.com/onlinepass

IGN – GameStop Sued Over Deceptive Used Game Sales

IGN – Ubisoft To Tackle Used Game Sales

IGN – UFC 2010 Undisputed Requires Code to Play Online

Se alguém quiser deixar sua opinião sobre o assunto o espaço para comentários serve pra isso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s